29 de junho de 2011

Caminho do Guerreiro

Entre o uso do poder para viver em harmonia e a entrega do mesmo, apenas para sobreviver, por onde a humanidade escolheu caminhar?

A força contida no homem é enorme e, mesmo assim, vivemos há mais de dois mil anos negando essa energia, essa força, alternando-a entre o medo e a razão de existir.

Até quando as pessoas viverão alienadas?

Quantas doces palavras encobertam esse adestramento mental, desde a literatura convencional aos infinitos cursos de "auto-ajuda" que, infelizmente, também se estendem ao meio pagão.

Tudo é questionável e sensorial... Basta sentir qual a verdadeira intenção de cada livro, filme, site, curso, palestra e palestrante.

Questione tudo, tudo mesmo!

Lembre-se: somos parte inseparável da natureza e a terra é que sustenta toda a nossa existência.

Para alguns, reconectar-se com essa energia, será uma tarefa fácil, tal como retornar ao lar, mas, para outros, será uma luta constante, tamanhas são as suas resistências em mudar.

Os antigos usavam sabiamente essa força guerreira, pois um bravo guerreiro vivenciava a verdade e, acima de tudo, agia com honra e sinceridade. Esse era o seu lema!

"Às vezes, a maestria num caminho incluía o estudo de outro, como na exigência para ser um dos guerreiros de Fianna, ao serem capazes de memorizar, compor e declamar vários poemas. As artes do guerreiro requeriam disciplina física similar à dos praticantes das artes marciais e podiam levar uma vida inteira para dominá-la, assim como as artes práticas de um druida."

O Caminho do Guerreiro Celta é semelhante a uma antiga parábola xintoísta da espada, que diz que ela precisa ser escaldada no fogo ardente, alternada entre marteladas e água fria, continuamente, até que possa ser considerada uma boa espada. Que assim seja!

A mulher celta como guerreira, também é conhecida através das suas lendas e seus mitos. Leia a seguir: Boudicca, a Rainha Vermelha

Rowena Arnehoy Seneween ®
Créditos da imagem: Luca Tarlazzi


4 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Vc saberia me dizer algo sobre os saxões?
    Eles eram germânicos?
    obrigada

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sylvia!
    Tudo bem, minha querida?
    Então, os saxões eram os antigos povos germânicos, que viviam a noroeste da Alemanha e a leste da Holanda. Os saxões começaram a migrar para o sul, entre o século IV e V, sendo os responsáveis por derrotarem quase todos os celtas na região da Grã-Bretanha. Depois deste período, houve uma fusão entre esses povos e passaram a ser conhecidos como anglo-saxões. Mais informações, você poderá encontrar nesta coleção: POVOS DO PASSADO - Coleção Melhoramentos.
    Beijos!
    Rowena.

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada.
    Descobri que minha bisavó era alemã.Estou a procura de saber mais a respeito.
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Muito legal essa redescoberta, sobre à ancestralidade... Boa jornada, amiga... Beijos!

    ResponderExcluir

Fáilte... Bem-vindo(a)!