25 de agosto de 2011

A plenitude do Caminho

Quanto os meus pés caminharam por essas trilhas que hoje habitam somente as minhas memórias... Há exatamente 18 anos, quando um novo chamado se apresentou durante o meu caminhar, as edificações deste local era apenas um projeto. Mas lá no fundo eu sentia que algo muito maior se transformava dentro de mim.


No silêncio desta estrada sentia que esse era apenas o começo de um longo percurso que me conduziria a outros caminhos, a outras jornadas iniciadas há muitos ciclos atrás... Ao caminhar, mentalmente, por essa trilha contemplo a plenitude contida nos seus ensinamentos, com a certeza que nada sei, pois o aprendizado é infinito.

Pelas bênçãos do Céu que está acima de nós, pelo Mar que nos rodeia e pela Terra que nos sustenta, que aja paz em nosso caminhar!

Rowena Arnehoy Seneween ®


9 de agosto de 2011

Anam Cara

A cultura celta tem uma bela visão de amor e amizade. Uma de suas fascinantes idéias é o amor da alma, que em gaélico antigo, "Anam" quer dizer alma e "Cara" significa amizade. Assim, "Anam Cara" no mundo celta é o amigo espiritual.

Esta concepção da alma celta não impõe limitações de espaço e tempo. A alma não está presa. É uma luz divina que penetra em você e em sua vida, estimulando um companheirismo profundo e especial.

Na vida todo mundo tem a necessidade de um Anam Cara, o amigo espiritual. Este amor o aceita como você é, naturalmente, sem máscaras ou pretextos. Um tesouro inestimável de entendimento, autoconfiança e de proteção sobre a alma do outro.

O amor é a única luz que pode, realmente, ler os sinais secretos da individualidade e da alma de cada um. No mundo original, só o amor é sábio e só ele pode decifrar a identidade e o destino de cada ser.

O Anam Cara é um dom dos Deuses, uma troca de amizade eterna.

A amizade é sempre um ato de reconhecimento, onde há um despertar, uma sensação de conhecimento antigo e uma afinidade mútua de natureza mágica. E, quando duas pessoas se apaixonam, há uma comunhão que permite a união de dois corações.
Quando a alma e o corpo são um só, eles adentram o Outro Mundo. A profundidade e a beleza desse encontro, seria como estender, ao máximo, as possibilidades dos laços de alegria e êxtase do amor.

O amor é a natureza da alma... O eterno círculo de amizade, amor e comunhão com a sua Anam Cara.

Fonte: Anam Cara - Livro de Sabedoria Celta - John O'Donohue

Bênçãos plenas do Céu, da Terra e do Mar!

Rowena Arnehoy Seneween ®