25 de novembro de 2011

Sagrada Inspiração

Awen, a inspiração sagrada,
Que ao sorver das tuas bênçãos
Num frenesi de emoções,
Uniu nossas tribos durante a jornada

Bardos compunham um som delirante,
Onde ecoavam vozes de almas antigas,
Fluindo entre as espirais da vida
Em plena energia revigorante

O sonho que nos conduz entre os véus,
Seres mágicos, nobres feéricos dos montes
Apresentam-se diante do crepúsculo
Reverenciando a terra e os céus

Será o bosque sagrado centrado em nós?
Sensações entrelaçadas pelos reinos,
Despertam a tal esperança do amanhecer
Propagando seu ritmo intenso e veloz

Chama que aquece e acalenta os corações,
Os Deuses, ancestrais e espíritos da natureza,
Ultrapassam a névoa de prata e tornam-se orvalho
Embevecidos na essência de suas ações

Guerreiros, que a luta seja pela paz
E a nobreza perdure na verdade
Fincando suas espadas no chão
Para que o reencontro seja breve e eficaz

Por Morrighan, Brighid e a sagrada inspiração!

(Homenagem ao II Encontro Brasileiro de Druidismo e RC)

Rowena Arnehoy Seneween /|\
Todos os direitos reservados.



Leia também: Meditação dos Três Caldeirões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fáilte... Bem-vindo(a)!