12 de junho de 2007

Magia Elemental

Sou a magia elemental contida neste corpo causal
Sou forma feminina condensada em partículas de pura emoção
Sou a essência mais antiga que o próprio pensamento
Sou inspiração sagrada, que chega de leve como brisa de verão
Sou o ar que alimenta o fogo animal da mais louca paixão
Sou rainha de mim mesma, muito além das brumas do tempo
Sou o brilho dos olhos refletido no êxtase deste olhar
Sou chuva que refresca a terra árida e sem contratempo
Sou o pensamento dos sentimentos sem razão
Sou energia que ascende além da forma no firmamento
Sou o vapor d'água cristalina, carregada pelas nuvens do céu
Sou tudo e não sou nada, pois me revelei neste exato momento


Leia mais: Espíritos da Natureza

Rowena Arnehoy Seneween ®

Extraído do livro Brumas do Tempo
Todos os direitos reservados.

3 comentários:

  1. Rir, chorar, amar... a vida é um eterno ciclo onde nada termina, nada se perde, as coisas apenas tomam outra forma, mas não deixam de existir... como a água que lá no rio evapora sob os raios impiedosos do Astro Rei, e se levantam, forma nuvens e depois, por saudade da terra, retornam em forma de chuva... esta água, que nasceu debaixo do solo e se ergueu ao céu, que já viu o vale de cima, traz consigo para o rio a sabedoria das montanhas e dos mares... assim tb somos nós, minha cara amiga, nos transformando a cada instante, nos perdendo e nos reencontrando... arder como o fogo, inspirar como o ar, ser forte como a rocha e acalentar como a água, é assim que somos, é assim que devemos ser.

    Que todas as fadas continuem a lhe inspirar em seus belos textos e que a Grande Mãe continue lhe iluminando.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. ψ Ceallaghan ψ15/9/06

    Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!

    Passei para um uivo "básico"... hehehe

    ResponderExcluir
  3. O eterno ciclo que se renova...
    Que assim seja!

    ResponderExcluir

Fáilte... Bem-vindo(a)!