12 de setembro de 2009

O Dogma do Medo

O que vem a ser um dogma? Segundo definição da wikipédia, um dogma é uma crença ou doutrina imposta, que não admite contestação, ou seja, é o ponto fundamental e indiscutível de uma crença religiosa.

Duirwaigh GalleryE aqui reside um sinal de alerta... A natureza precisa ser dogmatizada? Professar uma religião que prega princípios religiosos de comunhão à natureza baseados numa imposição?

Quando finalmente nos libertamos daqueles velhos preceitos religiosos, de outras épocas, nos deparamos com novos dogmas!

Porém, agora camuflados por uma semântica simplificada fazendo nos crer que tudo é lindo e maravilhoso, desde que se fique ciente do que eu fizer, de "bom ou de mal", voltará três vezes a mim. E isso faz sentido para você?

No meu modo de pensar, isso não tem lógica! Porque com medo de receber o "mal", eu só vou fazer o "bem"?

Tudo isso não passa de mais uma forma de manipulação através do medo. Levando-nos novamente aos preceitos cristãos: "Ame o próximo como a ti mesmo." Uma alusão a um estereótipo bem comum, mas, pouco aplicável no geral. Percebe?

Sendo assim, apenas quando nos unimos à verdadeira essência da natureza, poderemos percebemos que tudo é sagrado, e como tal, sem nenhum dogma a nos ditar regras, sejam eles quais forem.

O homem só precisa das leis por ainda não ter consciência, de fato, que tudo é energia. Atraímos aquilo que emitimos. O respeito surge naturalmente quando a interação entre as almas acontece.

Bom, mas aí você vai dizer: - "O mundo é repleto de maldade e atrocidades! Como poderemos nos defender de todo esse mal?"

Aceitando que o "mal" existe em conjunto ao "bem", pois aquilo que consideramos um mal é apenas reflexo do medo! E, no final, tudo nos conduzirá ao bem, esse é o ciclo natural... Que assim seja!

Rowena Arnehoy Seneween ®

6 comentários:

  1. Minha querida amiga,

    amei você ter escrito sobre os novos dogmas, presentes em TODAS as crenças.

    Dogmas são como drogas: causam letargia e nos privam do completo sentido, privando assim também nossa liberdade de ação.

    Se formos responsáveis por nós mesmos, vivendo em harmonia com nossa verdade pessoal, estaremos sendo naturais - e ser natural é ser caça e caçador, é ser chuvarada e seca, é ser dia e noite.

    Tudo é energia e tudo, absolutamente tudo, é experiência.

    Mas amamos os rótulos... amamos as definições... amamos as manipulações.

    E quer forma melhor de manipular em massa do que empregar dogmas? Do que aprisionar através do medo? Do que ameaçar através de "inocentes" regras?

    Somos absolutamente tudo - e este é o nosso estado natural -, porque há em nós potencial para tal.

    LINDO domingo pra vcs!

    Beijos e bênçãos,
    Lydiah de Arddhu - a celtic priestess.

    ResponderExcluir
  2. Anna Leão14/9/09

    Rowena querida,

    Adorei seu texto! Mais uma vez, simples e verdadeiro.
    Realmente ainda vejo muitas pessoas de nosso caminho ditando regras, e sem perceber caindo muitas vezes num modelo judaico-cristão. " VC tem que fazer isto, se não ..." Não, não é assim! é por isto que cada vez mais tento escrever sem "dar ordens" às pessoas; é por isto que cada vez mais tomo muito cuidado com o que escrevo, pois cada um vive sua própria espiritualidade de forma única.
    Beijo enorme pra vc!
    Anna

    ResponderExcluir
  3. Lydiah, querida amiga, sua presença sempre enaltece nossas postagens! Felizmente ou infelizmente, somos resultados de nossas escolhas! Uma ótima semana... Beijos!

    )O( Rowena

    ResponderExcluir
  4. Anna, minha querida, escrever de forma simples e com o comprimisso de levar a verdade, é uma responsabilidade nossa! Abençoada sejas! Beijos...

    )O( Rowena

    ResponderExcluir
  5. katy Almeida7/12/10

    Rowena querida voce esta sendo minha salvação.Como me tranquiliza ler seus artigos estou passando pelo que voce ja passou e fiquei em pânico.Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Olá, Katy!

    Bem-vinda ao despertar do caminho, minha amiga! Como é bom saber que a vida é bem mais simples, né?! Fique tranqüila, pois tudo ficará cada vez mais claro e muito melhor...

    Beijos e muitas bênçãos!

    ResponderExcluir

Fáilte... Bem-vindo(a)!