23 de setembro de 2015

O Sorriso

"Há um sorriso que é de amor
E há um sorriso de malícia,
Há um sorriso e sorrisos
E onde os dois sorrisos têm parte.

Há um trejeito que é de ódio,
E há um trejeito de desdém
Há um trejeito e trejeitos
E que te esforças em vão para esquecê-lo.

Ele fere teu coração no cerne
E finca fundo na espinha dorsal
Pois, não é um sorriso inédito
E nem um único sorriso solitário.

E entre o berço e o túmulo
Somente uma vez se sorri assim;
E uma vez havendo sorrido
Toda a imperfeição tem o seu fim."

(Tradução livre do poema de William Blake)



Bênçãos do Céu, da Terra e do Mar!

Rowena Arnehoy Seneween ®

30 de julho de 2015

Sláinte, Brighid!

Permeando o Reino da Terra, acessamos os domínios de Cailleach, a Deusa das Pedras e do inverno, mais antiga que o próprio tempo... Será Ela, a velha feiticeira que consome a juventude e a prosperidade ou Brighid, a jovem curandeira que retorna a fertilidade à terra?

Seguindo seus passos chegaremos aos lugares onde os antigos deixaram esculpidos em pedras seus mistérios e ensinamentos... Abrindo caminhos de um processo de mudança das formas como vemos o mundo com nossas mentes conscientes e subconscientes.

Essa nova percepção nos leva a outras paisagens, onde os ciclos se renovam com a chegada da primavera após um longo inverno, entre os tesouros de Cailleach. Que assim seja!

Rowena Arnehoy Seneween ®



"Goddess of fire, Goddess of healing,
Goddess of Spring, welcome again!"

(Damh the Bard)

Sugestão para celebrar Imbolc

15 de maio de 2015

Inspiração do Dia

Mantras: "Japa (cantar) é a repetição de um mantra, um misterioso grupo de letras ou frases ligadas uma a outra e quando entoado produz uma sensação peculiar ou vibração que é gerado em todo o corpo físico.

Essa é a diferença entre as palavras ou frases comuns ou grupos de frases e um mantra. Um mantra é o resultado de uma visão de um vidente e é a manifestação concreta da divindade (devata) através do mundo da linguagem, que é feito para manifestar-se no mantra.

Ao cantar um mantra corretamente e sistematicamente, com a entonação adequada, imediatamente é criada uma vibração no sistema nervoso de tal maneira que uma harmonia é estabelecida em todo o mundo. Diferentes mantras produzem vibrações diferentes e eles invocam diferentes devatas.

Quanto mais você pratica, maior força ele terá. A prática de ontem lhe dará força adicional para a prática de hoje, e que vai lhe dar força amanhã.

Quando o mantra é entoado você também cria a atmosfera necessária na mente para a contemplação e para a meditação." - Swami Krishnananda.



"Os símbolos, os mitos e os ritos revelam sempre uma situação histórica, ou seja, uma situação limite que o homem descobre ao tomar consciência do seu lugar no Universo. Tanto no plano da mística e da metafísica, eles exprimem claramente as ideias de liberdade e de transcendência." Como cita Mircea Eliade, no livro Imagens e Símbolos.

A mística da vocalização... Que assim seja!

Rowena Arnehoy Seneween ®

28 de abril de 2015

Totem da Onça

O brilho dos olhos
Que penetra a alma
Guia o viajante
Através da chama

A respiração
O tambor
A claridade
E o condutor

Leva-nos além da visão
Ao limiar do outro mundo
Que flui...
Ao fundir-se na emoção

Na pele, no cheiro
No som, no ar
Na força da visão
Que conduz o voo ligeiro

Rowena Arnehoy Seneween ®
Todos os direitos reservados.



Mensagem: "Os espíritos dos animais remontam a um tempo em que todos os bichos constituíam o Povo Animal e se comunicavam com o homem."

Por Mike Williams. Que assim seja... Ahow!

7 de janeiro de 2015

Oração a Muthairn

Ó, Rainha da Lua,
Ó, Rainha das Águas,
Ó, Rainha das Flores,
Ó, Rainha das Estrelas,
Ó, Rainha da Terra,
Ó, Rainha da Noite,

Como adorável é o teu semblante!

Dois laços de seda em seu corpo,
A pele lisa coberta de jóias de ouro
Que reflete o seu poder mais brilhante.

Duan na Muthairn - Carmina Gadelica

Nota: Muthairn em gaélico escocês (Gàidhlig) significa "querida mãezinha".

Rowena Arnehoy Seneween ®
Tradução e adaptação do original